Do que os feijões de um organismo são úteis

Do que os feijões de um organismo são úteis
Feijões hoje são imerecidamente esquecidos. Mas esta planta, segundo os cientistas, foi o primeiro dos vegetais cultivados pelo homem. Eles foram reconhecidos no antigo Egito, de antigos judeus, gregos e romanos. Hoje existem cerca de cem das suas variedades. Muitas propriedades úteis, gosto nutty agradável, despretensão, resistência de geada – as vantagens de um feijão podem enumerar-se por muito tempo. Os pratos são deliciosos e saudáveis. No entanto, esta planta pode ser perigosa. Muitos não sabem o que os grãos diferem dos grãos. Vamos nos familiarizar com esta planta incrível.

Conteúdo calórico e composição química

Os feijões diferem externamente dos feijões e das ervilhas e das lentilhas. Eles não podem ser confundidos com qualquer coisa – uma forma achatada, cor, dependendo da variedade, – verde (imaturo), amarelado, acastanhado, preto-roxo.

Este vegetal é rico em proteínas vegetais, praticamente não contém gordura. O conteúdo calórico é de apenas 57 Kcal. Os feijões têm uma composição vitamínico-mineral diversa. Eles são ricos em vitaminas do grupo B (1, 2, 5, 6), A, PP, K, C, E.

Voce sabe As leguminosas podem enriquecer o solo com nutrientes: extrair o nitrogênio do ar e concentrá-lo em suas raízes, remover o fósforo do solo e assimilá-lo.

A combinação única de micro e macroelementos – potássio, selênio, ferro, sódio, fósforo, manganês, magnésio, zinco, molibdênio, cálcio, etc. – lhes dá uma vantagem especial.

Nas sementes desta planta contém muitos úteis para o corpo e aminoácidos facilmente digeríveis, bem como fibras, lisina, pectinas, fitatos.

Do que útil para o corpo

Uma das qualidades mais úteis desta planta é a abundância de proteína facilmente digerível vegetal (especialmente importante para crianças, vegetarianos e vegans).
Feijão: benefício e dano à saúde humana

O uso de feijão para o corpo humano está associado principalmente com sua composição única, são eles:

  • neutralizar substâncias nocivas (especialmente conservantes) – devido à presença de molibdênio;
  • baixar o colesterol. O curso habitual dura 2-3 semanas – cada dia você precisa consumir 100-150 g de feijões (um ano é desejável comer pelo menos 15 quilogramas);
  • Ter uma qualidade útil para aqueles que querem perder peso – baixo teor calórico de feijão e valor nutricional são úteis em dietas;
  • remover metais pesados ​​e radionuclídeos (o que é especialmente importante para os moradores de regiões industriais ou áreas com um alto fundo radioativo);
  • ajuda com dores de estômago – fervida e moída em purê;
  • aplicar no tratamento de hidropisia (na forma de decocção de folhas e caules);
  • promova o amadurecimento mais rápido de furúnculos e abscessos de abertura, têm o efeito antiinflamatório. Para os abcessos aplique mingau de feijão, que fervia em leite;
  • remova irritações na pele – esfrega da decocção de legumes;
  • ter uma propriedade colerética leve;
  • retardar o processo de envelhecimento, regenerar as células da pele e unhas;
  • ajudar a reduzir os altos níveis de açúcar para diabéticos;
  • estabilizar o fundo hormonal;
  • melhorar o trabalho do cérebro (vitaminas B);
  • interferir com a absorção do excesso de gordura e carboidratos pelas paredes do estômago, saturar rapidamente;
  • acalme e alivie o estresse.

Feijão: benefício e dano à saúde humana

Deve-se ter em mente que este vegetal pode causar flatulência – açúcares complexos em sua composição requerem enzimas especiais para sua digestão. Com o consumo regular deste vegetal, o corpo começa a produzi-los, melhora o trabalho do trato digestivo como um todo.

Importante! Feijão não acumulam nitratos e outras substâncias nocivas. É um produto ecologicamente correto.

Como cozinhar e misturar

Feijão a gosto é auto-suficiente, mas também perfeitamente combinado com todos os vegetais, ervas, grãos, nozes.

Usado como comida cozida ou cozida – no primeiro e segundo pratos, saladas, conservas. Mas eles só poderão trazer o máximo benefício se estiverem devidamente preparados.
Feijão: benefício e dano à saúde humana
Feijão deve ser cozido, e quanto a cozinhar depende de preparação preliminar. Antes de cozinhar, devem ser mergulhados durante 6 a 12 horas ou mais (até um dia) em água fria (3 partes para 1 parte do produto) – isto irá acelerar o tratamento térmico adicional.

Aprenda também sobre os benefícios dos beans, como feijão, ervilha e aspargos.

Em molho de água quente ou morna não deve ser – eles podem azedar. Cozinhe-os corretamente por 1-2 horas, enquanto o sal e outras especiarias não devem ser adicionados (isso irá desacelerar o processo de digestão), também não adicione água fria ou coloque refrigerante (isso destruirá as vitaminas B e estragará o sabor).

Voce sabe No Japão, esta planta é considerada um símbolo de fertilidade e riqueza.

Como cozinhar feijão, solicitará inúmeras receitas, que são ricas em culinária nacional (especialmente mediterrânea, indiana, latino-americana). Por exemplo, Cuba tradicionalmente prepara um prato ideal do ponto de vista da dietologia – uma mistura de feijão preto e arroz com tomates e ervas.

A cozinha mediterrânica oferece muitos tipos de saladas de feijões cozidos com adição de cebolas frescas, alho, pimenta, verduras, azeite e vinagre de uva.

O purê de batatas tradicional deste produto é feito de feijão cozido no vapor, descascado e transferido com azeite ou manteiga.

Voce sabe O filósofo e cientista grego antigo Pitágoras acreditava que nesta planta estão as almas dos mortos e nunca as comia.

Como armazenar corretamente

Recolha este vegetal deve ser após as vagens secar e enegrecer – eles são facilmente escamosa, eo extraído derramado em um recipiente com uma tampa apertada. Mantenha-os secos, protegidos do local de luz. As condições especiais de armazenamento desta verdura não exigem. Periodicamente, eles precisam ser verificados – se o gorgulho não chegou até eles. Feijões verdes podem ser congelados (pré-branquear por um minuto e secar).
Feijão: benefício e dano à saúde humana

Contra-indicações e efeitos colaterais

Este produto, apesar de todas as suas propriedades e qualidades úteis, pode trazer danos ao corpo humano e tem certas contra-indicações. Recusar-se a usá-los inequivocamente em pessoas com doenças das articulações, vesícula biliar, reumatismo, paciente com hepatite e pancreatite.

Importante! Em certos casos, o feijão pode causar envenenamento – com mau tratamento térmico. O envenenamento manifesta-se na náusea, dor de cabeça, cor marrom da urina.

Assim, pode concluir-se que é absolutamente necessário incluir este vegetal útil na dieta.